Curso Elaboração de Instrumentos de Medição de Resultados (IMR)



As Organizações públicas e privadas dedicam-se cada vez mais à garantia de resultados de suas atividades. Para viabilizar essa tendência, recorrem à terceirização, sendo imprescindível melhor gestão dos contratados. O Instrumento de Elaboração de Resultados - IMR é uma ferramenta aplicada na Terceirização, envolvendo a criação de métricas, indicadores e níveis de serviço que representarão os controles e gestão da execução dos serviços, adequação do pagamento, e a comprovação formal e sem subjetividade da qualidade do atendimento e fornecimento que se quer realmente alcançar.

Carga horária: 16hs.
Realização: 09 e 10 de Outubro de 2017.
Professor: S. G. Oliveira.

 

Questões Relevantes a Serem Tratadas:

• Saiba como elaborar o Instrumento de Elaboração de Resultados (antigo Acordo de Nível de Serviço, conforme estabelecido na IN 05 / 2017).

• Saiba como construir indicadores para contratos de diversas naturezas (Obras, Alimentação, Vigilância, Manutenção Predial, Limpeza e Conservação etc.).



Apresentação:

As Organizações públicas e privadas dedicam-se cada vez mais à garantia de resultados de suas atividades. Para viabilizar essa tendência, recorrem à terceirização, sendo imprescindível melhor gestão dos contratados. O Instrumento de Elaboração de Resultados - IMR é uma ferramenta aplicada na Terceirização, envolvendo a criação de métricas, indicadores e níveis de serviço que representarão os controles e gestão da execução dos serviços, adequação do pagamento, e a comprovação formal e sem subjetividade da qualidade do atendimento e fornecimento que se quer realmente alcançar.

Como instrumento para o aprimoramento da gestão e da qualidade dos serviços prestados pelas contratadas, as organizações, as Organizações utilizam-se frequentemente da Gestão de Nível de Serviço (Service Level Management – SLM), instrumentalizado pelo Instrumento de Medição de Resultados - IMR. Esse importante instrumento de gestão, hoje obrigatório pelas Instruções do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPDG, proporciona uma melhor relação contratante / contratado, fundamentada nas expectativas do cliente, desempenho, resultados e nas reais condições de execução dos serviços pela contratada, acompanhado por indicadores (KPIs) e níveis de qualidade pré-ajustados no instrumento contratual.

A partir de setembro de 2017, as entidades públicas, nos termos da nova Instrução Normativa do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (IN 05 \ 2017), deverão adequar o pagamento a fornecedores de serviços ao desempenho dos contraltos. Para tanto, deverão adotar obrigatoriamente a metodologia de Instrumento de Medição de Resultados - IMR, cuja finalidade e parâmetros para elaboração serão abordados com profundidade neste curso, principalmente para os contratos mais frequentemente utilizados pela Administração Pública.

 

Objetivos:

Atualizar os treinando quanto ao impacto da fraude, alertando sobre os novos e velhos esquemas que estão assombrando os profissionais – contratantes e contratados - na área de terceirização.

 

Público Alvo:

Gerentes, fiscais de contratos, assessores jurídicos, auditores e profissionais que elaboram Projeto Básico e Termo de Referência; Responsáveis pela elaboração de Projeto Básico e de contratos terceirizados; Profissionais envolvidos no processo de contratação de serviços; elaboradores de Editais; Membros de Comissão de Licitação; Profissionais que atuam com especificação de métricas contratuais.

 

Resumo do Conteúdo Programático:

PARTE I

• Apresentação da Nova IN  05/2017, o que mudou ?

• Entrada em vigor da nova IN 05/2017. Como serão regidos os contratos em andamento?

• Formalizados conforme as regras da IN 0 2/2008. E nos casos de prorrogação ?

• O Instrumento de Medição do Resultado-IMR. Finalidade e parâmetros para elaboração;

• Novas diretrizes para contratação de serviços de limpeza e vigilância. Novas produtividades e as faixas referenciais;

• Orientações  para Fiscalização de Contratos de acordo com a Nova Instrução Normativa, 05\2017;

• Procedimentos de Gestão e Fiscalização de contrato com base em indicadores;

• Novos atores de acompanhamento e fiscalização de contratos, papéis e atribuições  de cada um deles;

• Procedimentos para indicação e designação dos agentes envolvidos;

• Novos procedimentos para a rotina da Fiscalização dos contratos continuados com dedicação exclusiva de mão de obra e cuidados pertinentes;

• Fiscalização por amostragem.


PARTE II

• Visão sistêmica do processo de contratação, sob a ótica do IMR;

• Conhecendo a legislação e a jurisprudência;

• Posicionamento do TCU;

• Riscos na terceirização;

• Fases importantes do processo de contratação;

• Acordo de nível de serviço – Benefícios;

• Aspectos jurídicos do IMR;

• Conceitos do IMR;

• Origem, conceito, benefícios;

• Estrutura do Acordo de Nível de Serviço, definições dos serviços;

• Responsabilidades, atuação das partes no IMR;

• SLA como diferencial competitivo no mercado;

• Implantação do IMR/KPIS e medidas de desempenho;

• Vantagens do IMR;

• Pontos de atenção, Definição, finalidade, características, construção de um indicador;

• Filosofia S.M.A.R.T.

•  Metas como ferramenta da melhoria contínua do IMR;

• Faixas de execução do serviço;

• Operacionalização do acordo de nível de serviço;

• Acompanhamento até o encerramento do IMR. Diferença entre Multa e Glosa;

• Quando é possível aplicar o IMR;

• Negociação e formalização do IMR;

• Ferramentas (aplicativos) de gestão do IMR;

• Aprimoramento do IMR para elevação da qualidade contratada;

• A continuidade do prestador em função do desempenho;

• Apresentação de modelos de IMR, com elaboração de métricas, indicadores e fórmulas para os contratos de:

• Alimentação;

• Limpeza;

• Infraestrutura;

• Manutenção;

• Obras;

• Operadores logísticos;

• Tecnologia da informação e telecomunicações;

• Transportes e demais contratos de interesse dos treinandos.

 

Professor:

S. G. Oliveira.

Gerente de auditoria de contratações de serviços da PETROBRAS ( 25 anos);
Foi auditor da Deloitte, Haskins & Sells (RJ);
35 anos de experiência em Auditoria;
Foi Gerente de Auditoria da Aracruz Celulose (ES) e da Cooperativa Central dos Produtores de Leite ( RJ );
Auditou dezenas de empresas de médio e grande porte na área pública;
Consultor de diversas empresas de renome Nacional e Internacional;
Escreveu dezenas de artigos para o Tribunal de contas do município de São Paulo, jornais especializados e para a Consultoria Negócios Públicos do Paraná, sobre: auditoria, prevenção de fraudes e Contratos de Serviços;
Conferencista sobre o tema terceirização há mais de vinte anos, tendo prestado serviços para as maiores entidades de treinamento do país;
Co-Autor do Livro "Temas Controvertidos em Licitações e Contratos Administrativos e Auditoria de Contratos Terceirizados” – Temas e idéias Editores (RJ);
Pós-graduado em Auditoria e Contabilidade pela Universidade Federal do Rio de Janeiro;
MBA em Finanças Empresariais pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC-RJ);
Especialização em Auditoria, Contabilidade e Prevenção de Fraudes em grandes corporações pela University of Texas at Dallas - USA;
Professor de Gestão de Serviços, Auditoria de Logística e Serviços, Auditoria Avançada e Prevenção de Fraudes nas Corporações dos MBA’s da Fundação Getúlio Vargas em são Paulo;
Treinou os auditores do Tribunal de Contas dos Municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, do Estado da Bahia além dos profissionais e auditores do Tribunal de Contas da União (DF);
Implantou manuais de procedimentos e grupos de auditoria de contratação em diversas empresas de renome;
Treinou nos últimos dez anos mais de 8.000 gestores de contratos do Sistema PETROBRAS no Brasil e no Exterior.

 



Conhecimento e Resultado


+5561981772138